João Delgado e Gonçalo Garcia: a dupla lusa que brilhou na Pensilvânia

Disputou-se no último fim-de-semana a grande final do quarto escalão do futebol norte-americano, onde o Flint City Bucks levou de vencida o Reading United após prolongamento. No onze inicial dos vice-campeões figuravam dois jovens lusos: João Delgado e Gonçalo Garcia. Após ter entrevistado ambos os jogadores, o Soccer em Português esclarece as circunstâncias que explicam a existência de talento nacional nas inóspitas divisões secundárias dos Estados Unidos.

Comecemos por enquadrar de forma breve a prova em questão. A USL League Two é uma competição norte-americana realizada anual e sazonalmente, cuja principal missão consiste em promover o desenvolvimento de futebolistas que estejam integrados no sistema universitário do país. Equivale ao quarto escalão da pirâmide futebolística dos Estados Unidos, mas já contou com ilustres participantes, sendo o mais célebre de todos o internacional bósnio Vedad Ibišević. O actual jogador do Hertha BSC chegou a representar mais do que um clube na então designada Premier Development League, nas temporadas 2003 e 2004. Entre os exemplos mais recentes de êxito nesta competição, destaque para DeAndre Yedlin (Newcastle), Gyasi Zardes (Columbus Crew SC) ou mesmo Chris Mueller (Orlando City SC).

Aspirante a semelhante nível de sucesso surge a dupla de portugueses composta por João Delgado e Gonçalo Garcia, ambos recrutados na presente época pelo Reading United, com a intenção de alcançar o título, que escapou por pouco ao emblema da Pensilvânia. Este é o terceiro ano nos Estados Unidos para João Delgado, que já havia merecido honras de entrevista aqui no Soccer em Português há dois anos atrás. O jovem ribatejano rumou aos Estados Unidos por intermédio da Sports4Me, empresa portuguesa «especializada na preparação e colocação de jovens atletas-estudantes no sistema universitário americano através de bolsas desportivas e/ou académicas».

João Delgado encontra-se actualmente perto de concluir o seu mestrado na Lynn University, na Florida, e mostra-se bastante satisfeito com o desenrolar desta aventura norte-americana. «Fez-me crescer imenso a nível pessoal e profissional e com bons resultados individualmente e colectivamente», revela o centro-campista que também pode actuar como extremo. «A nível académico tem sido um percurso interessante, focado principalmente nas experiências vividas do que nas notas em si. Claro que é importante ter bons resultados mas, na minha opinião, as experiências vividas e compartilhadas com as pessoas que conhecemos nesta jornada é o mais importante».

Sobre a excelente temporada que esbarrou apenas na final da USL League Two, João Delgado explica que os bons resultados surgiram ao longo do ano devido a um competente trabalho de bastidores que nem sempre é passível de ser identificado durante as partidas.

E depois disto, o que se segue? «Futebolisticamente falando, alcançar o melhor nível possível de mim mesmo. Trabalhar forte, focar-me e atingir níveis superiores, onde me encontro neste momento. Em termos académicos, acabar o mestrado a curto prazo e depois logo se verá. Passo a passo», conclui João Delgado.

Outro jovem atleta português a envergar a camisola do Reading United na fatídica final do último fim-de-semana foi Gonçalo Garcia. Licenciado em Economia no ISEG, encontra-se a finalizar o seu MBA na Lenoir-Rhyne University, na Carolina do Norte, desta feita através da decisiva intervenção da Next Level Sports, empresa de consultoria que se define enquanto «especialista na localização de Bolsas de Estudo em Universidades norte-americanas para atletas/estudantes das modalidades de Futebol e Ténis».

Gonçalo Garcia admite que a presença de João Delgado na equipa ajudou no processo de adaptação. «Por ser português, foi dos primeiros jogadores aqui com os quais eu criei uma relação de amizade. Desde então passamos muito tempo juntos fora do campo, e tem sido extremamente positivo partilhar esta experiência com ele», revela o centrocampista lisboeta.

Confessa-se surpreendido positivamente com as condições e a qualidade das equipas do futebol universitário norte-americano, e alinha com o compatriota do balneário quando é questionado acerca da valorosa campanha do Reading United. «Os nossos treinadores fazem um trabalho muito bom em transmitir e promover a cultura e os valores do Reading, tendo sempre expectativas e um standard muito alto connosco. Também o facto de trabalhares com jogadores com muita qualidade faz com que o grupo evolua mais rapidamente. Antes de vir para aqui, já sabia que o Reading era um dos melhores programas de desenvolvimento da USL Two, mas mesmo assim fiquei surpreendido pelo nível dos jogadores e do treino, e pela forma como todos encaramos os treinos e os jogos, puxando uns pelos outros. Também o facto de estarmos todos aqui com o mesmo propósito, e na mesma situação, faz com que normalmente se criem laços de amizade fortes que se transmitem dentro de campo», confirma Gonçalo Garcia

Para além do futebol e da universidade, Gonçalo Garcia introduz-nos às peculiaridades de viver na cidade de Reading, no estado da Pensilvânia. «Aqui é um pouco mais tranquilo, há muitos espaços verdes, lagos, colinas e muita diversidade cultural. E não me posso esquecer do clima. O clima aqui é um pouco de loucos, tanto faz muito calor como nos próximos cinco minutos vem uma tempestade. Mesmo sendo verão, todas as semanas recebemos por volta de três avisos no telemóvel sobre tempestades».

Intempéries à parte, o exemplos destes dois jovens promissores vem apenas enaltecer o papel imprescindível de empresas de educação especializadas em preparar os candidatos para o futebol universitário norte-americano. Graças a elas, o jogador português continua a escrever a sua história pelos Estados Unidos, mesmo em circuitos menos visíveis. João Delgado e Gonçalo Garcia são apenas mais um caso de sucesso, ainda por terminar. Muitos outros se seguirão.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.