Futebol universitário nos EUA é opção para jogadores portugueses

O contingente de jogadores portugueses a actuar nos Estados Unidos pode aumentar muito brevemente. Isto graças ao papel pioneiro da Next Level Sports, que pretende levar pela primeira vez atletas nacionais a experienciar o futebol universitário norte-americano. No último Sábado, realizou-se mais um treino de captações em Lisboa, onde os jovens interessados deram o seu máximo, visando atrair potenciais universidades.

A impossibilidade de conciliar os estudos com a carreira desportiva é uma realidade no que diz respeito aos atletas de alta competição em Portugal. Ao avaliar este cenário, Tasslim Sualehe optou por implementar este conceito proveniente do Brasil, com o objectivo de oferecer outro tipo de oportunidades a futebolistas lusos. O responsável da Next Level Sports Europa revela que a incursão portuguesa «superou as expectativas», depois de assistir a três sessões de captações bem-sucedidas.

«Dos 23 norte-americanos convocados para o Campeonato do Mundo, 12 são licenciados, e todos os outros concluíram o liceu. Na nossa selecção, não há ninguém com o 12º ano, e temos 4 ou 5 jogadores com o 9º ano», conta Tasslim Sualehe, assumindo que existe uma necessidade imperativa de encontrar alternativas para contornar esta problemática. Explicou ainda que a criação destas bolsas de estudos permite o desenvolvimento dos atletas nas componentes académica e desportiva tendo ao seu dispor excelentes condições, existindo depois a forte possibilidade de virem a ser absorvidos pela Major League Soccer.

O pontapé de saída para os jogos de treino realizados no Estádio Universitário foi dado por Cédric Soares, jogador do Sporting Clube de Portugal que resolveu associar o seu nome ao projecto. «É uma iniciativa importante pois sei que este momento de transição é decisivo e difícil para alguns jovens», adiantou o defesa leonino. Na sua opinião, a grande vantagem da atribuição destas bolsas prende-se com a particularidade de «conseguir juntar o futebol e os estudos a um bom nível».

Mas a Next Level Sports promete não ficar por aqui. Tasslim Sualehe confessa que recebe constantemente «solicitações de jogadores de futebol de divisões inferiores que não têm a vertente académica muito apurada». Nesse sentido, pretende criar uma segunda fase do projecto, em articulação com o Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol, perspectivando a colocação de mais atletas portugueses em relvados norte-americanos.

Fotografia: Pedro Costa

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.